Equipe ADR.jpg

Restauros

Augusto di Carpi é o artista plástico que cria e restaura as obras no Ateliê do Restaurador. 

 

Designer brasileiro, paulista, nascido e criado nos Jardins, bairro de São Paulo, desde a infância Augusto acompanhava seu avô, Fioravante, no restauro e criação de peças, principalmente mobiliário. 

 

Na adolescência, nas tardes após as aulas, trabalhou no departamento de restauro do Museu de Arte Sacra do Estado de São Paulo, onde aprendeu várias técnicas de restauro de peças, aprendendo com os melhores restauradores do estado.  

 

Mais tarde, cursou engenharia mecânica em Taubaté, interior de São Paulo e, após se formar, dedicou-se ao design de peças em metal e aço. Foi neste período que cursou Desenho Artístico na Escola Panamericana de Arte e foi lá onde descobriu seu talento para o design de peças exclusivas, unindo nelas sua expertise em metal, aço e madeira. 

 

Desde 2011 dedicando-se integralmente ao Ateliê,  Di Carpi tem em seu processo criativo prévio ao restauro a pesquisa de reconhecimento histórico da peça , identificando o período, origem, técnica utilizada em sua construção e ferramental utilizado no período, garantindo assim a maior proximidade possível entre seu restauro e a originalidade da peça. 

 

Este carinho, que é quase uma obsessão, trouxe ao Ateliê  e ao seu Mestre Restaurador a oportunidade de participar em um programa de fomento ao Upcicle, promovido pela marca de mobiliário Breton, bem como na gravação do programa Admirável Móvel Novo, do canal GNT (temporadas 2 a 5) e, também, à participação em duas exposições do Istituto Europeu di Design promovidas em São Paulo no ano de 2019. 

 

Em janeiro de 2020, o filho di Carpi, Juan David, juntou-se à equipe do Ateliê do Restaurador na posição de Aprendiz de Restauração, mantendo a tradição da família no oficio da marcenaria e Restauro, aprendendo e preservando as técnicas mais tradicionais desta nobre arte.

"É sempre um privilégio receber um artigo para restauro em nosso Ateliê. Nosso sentimento é de que, a partir daquele momento, é nossa responsabilidade devolver a vida àquela peça, ao mesmo tempo que preservamos a memória que está envolta nela. 

 

Já tivemos aqui berços que estão há gerações na mesma família, carrinhos de brinquedo que foram recebidos como presente durante a infância. Baús, que outrora chegaram ao Brasil cheios de sonhos e esperança. Até mesmo um conjunto de pia batismal e oratório que ficam dentro da capela da fazenda já passaram em nossas mãos. Imagine quanta história e emoção estão rodeando essas peças. 

 

Para nós, é uma grande honra ter a oportunidade de preservar essas memórias, tão lindas e importantes, vivas por muitos anos ainda por vir."

Augusto di Carpi, Mestre Restaurador
Ateliê do Restaurador